top of page

Posicionamento de imagem



#PraTodosVerem - Foto montagem com dois retratos semelhantes do mesmo homem de pele branca e cabelos castanhos, sorrindo e de braços cruzados. Na primeira, à esquerda, ele veste camiseta branca e está apoiado em uma vidraça. Já na segunda, ele veste uma camiseta preta e está apoiado na mesma vidraça, porém é notável como a segunda foto capta mais detalhes de seu rosto e transmite mais segurança em sua expressão facial.


Eu sempre fui um admirador de fotografia, desde criança, em 1990 costumava passar horas observando álbuns de família com imagens preto e branco. Conforme os anos foram passando as imagens ganharam cores e brilho incríveis, além de ampliações que permitiam notar pequenos detalhes, como rugas e expressões faciais.


Na década de 2000 as câmeras digitais dominaram a cena e os MegaPixels permitiam ampliar digitalmente qualquer foto. Pouco mais de 10 anos atrás, os celulares passaram a fazer fotografias e hoje, as redes sociais disseminam milhões de fotos por segundo em uma velocidade impressionante.

Todas essa evolução, relatada acima, busca explicar aquilo que sozinhos e por intuição já sabemos: Imagem vende!


Mas se já sabemos que imagem vende, qual a imagem que devemos usar?


O que é POSICIONAMENTO DE IMAGEM?


Ouvi essa expressão pela primeira vez, há alguns anos, de um fotografo (e parceiro) chamado Rafael Yoshida, ele morou no Japão e estudou fotografia por 12 anos e descreveu esse modelo de retrato para mim, assim:


"O mundo hoje é totalmente visual e é por isso que uma boa fotografia faz toda diferença e tem um papel super importante nas marcas. Quando a marca é a própria pessoa, sua imagem é a única coisa que ajuda você a se destacar no meio de muitos e o mais importante é que ela converte os espectadores em leitores, por causa da conexão emocional e da mensagem que você está criando".

Essa base visual é poderosa, principalmente se vier acompanhada de um conteúdo que faz sentido para a pessoa que está vendo.


Vamos pegar como exemplo: um Advogado.


Imediatamente, nosso cérebro relaciona a atividade da pessoa a uma imagem (homem sério, mais velho, vestindo terno e gravata). A esse processo também podemos chamar de "estereótipo" que por definição é um padrão formado de ideias preconcebidas, resultado da falta de conhecimento geral sobre determinado assunto.

Mas e se o nosso advogado é um cara jovem, sorridente, simpático e descolado? Faz o atendimento em um escritório moderno, usando jeans e camisa slim colorida?


Tenho certeza que toda essa personalidade torna o nosso advogado imaginário um profissional muito interessante, para vários perfis de clientes. Mas é preciso ajustar essa imagem transmitindo simpatia com seriedade, modernidade com credibilidade e assim por diante - pois é isso que um cliente busca em um escritório de Direito.


Normalmente, o profissional que organiza esses detalhes é o publicitário, pois ele estuda a mensagem, a mídia e o público que irá recebê-la. Porém, somente um fotógrafo profissional e talentoso é capaz de capturar essa imagem e tratá-la adequadamente para chegar neste resultado.


#PraTodosVerem - Exemplos de pessoas que fizeram posicionamento de imagem e alguns casos de antes e depois.


VÁRIOS PERFIS EM UMA SÓ PESSOA


Existe um outro caso que é cada vez mais comum hoje em dia, que são as pessoas multitarefas ou como eu gosto de falar: multi talentos!


É aquela pessoa que além de ter uma carreira bem sucedida, também é esportista amadora e faz trabalho voluntário e uma série de outras atividades. Ou seja, são várias pessoas em uma só e todas elas precisam de um posicionamento.

Não dá para fazer uma única foto com tantos perfis diferentes, então a saída é fotografar cada qual com a sua personalidade.




E NO FINAL DAS CONTAS, DE QUE VALE TANTO ESFORÇO?


Existe uma infinidade de exemplos de pessoas comuns ou celebridades que usam o posicionamento de imagem para promover suas marcas. Esse investimento é totalmente justificável pois humaniza as mídias de divulgação, transmite segurança para o cliente e entrega aquilo que a publicidade tanto busca: engajamento e valor.


Quanto mais a sua imagem estiver alinhada com a atividade que você exerce, maiores as chances de seus clientes perceberem que você entende daquele assunto e te contratarem.

Quanto mais informal ou descuidada for a sua imagem pública, menor o valor do seu trabalho.


Espero que você tenha gostado deste conteúdo e se precisar de uma ajuda, não esqueça de entrar em contato com a nossa agência.








79 visualizações

Comentarios


bottom of page