Como entender melhor o algoritmo do Instagram

Atualizado: 11 de abr.



As redes sociais se tornaram um dos principais pontos de contato entre as empresas e o público, a partir de uma plataforma a ser acessada pelas mais diferentes audiências. Para o lado das empresas, se mostra necessário estudá-las, como o algoritmo do Instagram.


Existindo uma série de programas e códigos que funcionam na definição de ações que irão determinar a funcionalidade dessas plataformas, ao acompanhar o comportamento dos próprios usuários, de acordo com os seus interesses e necessidades.


É justamente por causa desse conceito de adaptação que o Instagram se destaca como uma das redes sociais de maior popularidade no mundo atualmente, tornando-se relevante o suficiente para ser comprada pelo grupo Meta (antigo Facebook), ao prever tal valor.


De 2012 para cá, ano em que o Instagram foi adquirido pela empresa de Mark Zuckerberg, essa rede só cresceu em termos de importância, aumentando exponencialmente o seu número de usuários, servindo então de como uma ferramenta para diferentes negócios.


Uma instituição educacional, por exemplo, pode usar do seu perfil dentro dessa plataforma para divulgar um curso técnico à distância, ou qualquer modalidade de ensino presente no portfólio dessa entidade do setor educativo.


Mesmo sendo uma rede de tamanha popularidade, o Instagram está sempre em busca de otimizar os seus serviços, acompanhando as novas tendências presentes no mercado, a ser responsável também pelo surgimento de outras plataformas de interação na internet.


Como no apelo que o público atual tem em cima de conteúdos em vídeo, a fazer com que o Instagram passasse a adotar esse formato como o principal foco da rede, indo muito além da presença de fotos e imagens, o mote original por trás da criação dessa plataforma.


Uma realidade positiva não apenas ao público, mas também para as entidades comerciais, como a uma empresa que trabalha com o desenvolvimento de sistema de automação comercial, ao tornar mais fácil a divulgação dos seus serviços aos usuários ali presentes.


No entanto, para que seja possível alcançar bons resultados comerciais junto ao uso do Instagram em sua comunicação, é preciso conhecer a fundo todas as particularidades dessa rede social, assim como compreender os interesses de quem frequenta essa rede.


O funcionamento do Instagram e do seu algoritmo


É claro que para que uma rede social consiga prosperar dentro do cenário cada vez mais dinâmico no qual se é contra a internet hoje em dia, a mesma precisa de forma constante atualizar os seus serviços e aplicações, para chamar a atenção dos seus usuários.


Incluindo-se em um processo de aprendizagem contínua, a permitir com que acertos sejam explorados e erros sejam revertidos, afinal, dentro desse objetivo de constante renovação, é comum que surjam problemas, ou até mesmo decisões que não levem a bons resultados.


Por outro lado, é preciso também saber quando insistir em uma estratégia, diante dos resultados que podem ser alcançados a partir da aplicação de uma técnica em particular, estipulada a partir de um grande e complexo estudo de mercado.


O mesmo tipo de situação permite com que uma fábrica passe a trabalhar com um sistema de monitoramento em nuvem, a facilitar o seu processo de entregas, através da adoção de estratégias digitais juntos aos seus negócios, adaptando-o para o futuro.


Uma dessas decisões pouco usuais foi a estratégia do Instagram de deixar de exibir postagens presentes em sua rede, a partir de um tradicional modelo cronológico. Ou seja, seguindo a ordem de publicação de um conteúdo nas redes.


A partir de 2016, o Instagram passou a ordenar a visualização das postagens presentes em sua plataforma a partir de uma organização via algoritmo, no qual a exibição de um conteúdo passa a ser regido por cálculos, programas de análise e pela compra de anúncios.


Na época, essa mudança foi vista com maus olhos por parte dos usuários, trazendo uma espécie de desequilíbrio para o sistema de postagens na rede, fazendo com que a distribuição desses conteúdos passasse por um processo completo de reestruturação.


Nesse novo modelo, a função do algoritmo passa a ser o principal ativo por trás das atividades do Instagram, ao analisar uma série de questões para definir qual será o tipo de conteúdo que possui uma maior relevância ao usuário.


Entre os fatores responsáveis por definir qual será o melhor meio de distribuição de conteúdo nessa rede algumas condições são levadas em conta, como o interesse do usuário, o seu grupo de relacionamentos e as suas ações mais recentes nessa rede.


Questões a fazer com que um usuário receba conteúdos sobre uma empresa que ofereça mão de obra qualificada e especializada, mas poucas postagens sobre uma companhia automotiva, mesmo seguindo ambos os perfis no seu Instagram.


E não é como se o algoritmo fosse algo completamente abrangente, existindo diferença para cada um dos formatos e funções que estão presentes no modelo de publicação de conteúdos nessa rede social.


Os algoritmos para cada formato


Os programas de análise utilizados pelo Instagram funcionam de forma constante, estudando o perfil de cada um dos usuários presentes em sua rede, ao mesmo tempo que aprende com seu comportamento, para que seja possível a melhor experiência ao usuário.


Essa observação analisa também as diferenças de consumo em cima de cada um dos formatos presentes no Instagram, que atualmente podem ser divididos entre:


  • Feed;

  • Stories;

  • IGTV;

  • Reels.


Cada um trabalhando com um sistema próprio de distribuição de conteúdos, sejam por meio dos perfis seguidos em sua rede, os anúncios ali presentes, ou por meio da aba Explorar, que apresenta conteúdos de usuários terceiros, fora do seu ciclo social digital.


Dentro dessas opções todas existem dois modelos de posicionamento conteúdo a terem um maior destaque.


Algoritmo para “Feed” e “Stories”


Nesse sistema, um escritório de serviços contábeis consegue com que suas postagens cheguem a um maior número de usuários a partir da sua relação com esse público, já que normalmente o algoritmo analisa tópicos como:


  • Informações do conteúdo;

  • Informações sobre quem fez a postagem;

  • Postagem recentes de quem é seguido;

  • Histórico de interação do usuário.


Ou seja, continuando a seguir um modelo tradicional de compartilhamentos e conteúdos ao qual o Instagram usa desde o seu início, com a maior exceção sendo a presença dos posts patrocinados, a serem posicionados por quem comprou um anúncio no Instagram.


Algoritmo para o “Explorar” e o “Reels”


Agora para uma empresa que atua oferecendo auxílio no serviço de abertura de empresas, e que busca se destacar junto ao Reels, aplicação de vídeos curtos, ou na aba de exploração, é preciso ter uma maior atenção ao conteúdo em si que está sendo postado.


Dessa forma, o algoritmo do Instagram opera a partir da análise de conceitos similares ao tipo de conteúdo que realmente é consumido pelo usuário, com o intuito de apresentar a ele publicações que estejam alinhadas ao seu perfil dentro da rede.


Apresentando a quem navega na aba “explorar” um conjunto de conteúdos e perfis novos, mas que tenham algum tipo de associação ao método de consumo deste usuário.


Mas assim como um software de gestão empresarial pode trazer benefícios para as companhias que adotem esse tipo de sistema na organização de suas atividades. Os algoritmos usados pelo Instagram podem trazer vantagens ao seu perfil comercial.


Para que isso ocorra, é preciso somente saber como usar os mesmos ao seu favor.

Como aproveitar tais algoritmos

Os algoritmos são responsáveis por dominar todas as atividades presentes no Instagram, sendo importante saber como utilizá-las em associação com os seus objetivos.


Pois se não existe uma forma de driblá-los, existem maneira de usufruir deles, a partir de dicas como:


  • Faça publicações de qualidade;

  • Escolha horários de maior engajamento;

  • Responder com frequência seus seguidores;

  • Interagir com seu público.


As estratégias que permitam com que o uso desses algoritmos possam ser benéficos aos seus perfis dentro dessa rede digital de interação com o público, seja você responsável por um perfil pessoal ou comercial, existindo uma competição entre tais usuários.


Afinal, a disputa pela atenção do público no Instagram ultrapassa o formato do perfil de uma conta, com empresas e usuários comuns em busca de reconquistar o interesse do público, ao utilizar o mesmo tipo de estratégia dentro dessa plataforma.


Sendo assim, para que uma agência que trabalha com serviços de terceirização em TI (Tecnologia da Informação) consiga ter uma relevância dentro do Instagram, o perfil dessa empresa precisa ter atenção ao tipo de conteúdo que será compartilhado nessas redes.


A utilização das ações dos algoritmos e programas presentes no Instagram como uma ferramenta positiva, a ajudar com que o seu conteúdo chegue às telas dos mais diferentes tipos de públicos, desde os seus seguidores até novos públicos.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo