Aprenda a monitorar seus concorrentes e destaque-se


Um gestor de sucesso sabe que deve ter a maior compreensão possível sobre os fatores internos e externos que impactam seu negócio, e uma ação estratégica nesse sentido é monitorar concorrentes.


O mercado está em constante mudança, então, é necessário se manter atento ao que acontece com os concorrentes, pois só assim é possível manter a competitividade do seu negócio ao longo do tempo.

Existem diversas formas de trabalhar a vantagem competitiva de uma marca, e podemos destacar aqui fatores, como:

  • Relevância;

  • Reconhecimento;

  • Preço;

  • Qualidade;

  • Responsividade;

  • Relacionamento;

  • Receptividade.

Ou seja, existem diferentes possibilidades, e quanto mais pontos de destaque seu negócio tiver, melhor o posicionamento.


Um líder deve realizar uma leitura de mercado minuciosa para trabalhar o valor agregado ao seu produto, e traçar uma estratégia para passar essa percepção sobre a marca aos consumidores.


Desde o pré-planejamento para um novo empreendimento, como a abertura de empresa contabilidade, deve-se estudar detalhadamente público e mercado, e, nesse sentido, a concorrência se destaca como ponto-chave.


Ao monitorar constantemente as ações dos concorrentes, é possível que uma organização se antecipe para evitar ser substituída por outra marca.

Nesse ponto é importante esclarecer que monitorar a concorrência não é sinônimo de atos de espionagem industrial ou qualquer outro tipo de ação ilegal.


Falamos aqui de buscar e acompanhar informações públicas, aprender com as experiências, gerar insights e implementar melhorias estratégicas mantendo a ética.


Assim, em um exemplo prático, certamente, ao implementar uma estratégia sólida para acompanhar seus concorrentes, uma empresa de transporte executivo terá maior domínio e expansão sobre o mercado, trazendo estabilidade para o negócio.


Elaboramos esse artigo para trazer informações relevantes sobre como fazer esse monitoramento, assim como quais ferramentas facilitam esse processo. Continue lendo e descubra como ser mais estratégico em suas ações e aprender com seus concorrentes.


Pontos estratégicos a serem considerados


Ao acompanhar como outras empresas do mesmo setor e segmento se comportam no mercado, o gestor pode então, fazer um comparativo com a sua realidade, principalmente ao considerar pontos como:

  • Como reagem às crises;

  • Em que investem;

  • Quais são seus pontos fortes e fracos;

  • Quais são as razões de seu destaque no mercado;

  • Quais os principais problemas encontrados.

Estamos falando de um processo de levantamento de dados, identificação de questionamentos, estudos comparativos, e formação de insights, utilizando os concorrentes como modelo.

Com essa ferramenta e o foco em melhorias, muitos empreendimentos têm aumentado sua produtividade, escalado resultados, bem como fazendo história, nos mais diversos segmentos que envolvem produtos e serviços, como uma empresa de coleta de lixo de excelência.


Ao analisar seu próprio negócio, defina quais informações precisa obter, afinal, “estudar a concorrência” é algo extremamente amplo, podendo envolver uma gigantesca carga de dados e informações.

Para trazer conclusões efetivas, entretanto, demanda-se foco. Faça análises por partes, para não perder tempo e dinheiro, e comece com uma auto-análise.


Por exemplo, se detectou que sua fábrica de etiquetas personalizadas, precisa de uma estratégia de divulgação mais efetiva, foque nas estratégias de marketing de seus concorrentes.


Se a principal questão for controle orçamentário, então você deve concentrar seus esforços buscando informações sobre o gerenciamento e o setor de finanças de outras empresas, para ter ideias sobre soluções que podem ser implementadas no seu negócio.


Se a necessidade é inovar, pode-se analisar as reclamações e necessidades insatisfeitas dos consumidores das empresas, produtos ou serviços concorrentes e, a partir daí, saber onde está a demanda. E assim por diante.


Trazemos esse ponto já na introdução, pois muitos se perdem ao iniciarem um estudo sem um objetivo claro em mente.


Então, o primeiro passo para monitorar a concorrência de forma realmente assertiva, é desenvolver sua estratégia sobre como conduzirá o estudo, afinal esse é um exercício constante, tanto para destacar um negócio, quanto para mantê-lo no topo.

A seguir, destacamos 5 tópicos fundamentais para a elaboração, condução e desenvolvimento dessa estratégia.


  1. Tenha uma visão ampla

Concorrentes próximos e diretos são os focos mais intuitivos no momento de iniciar sua estratégia. No entanto, um gestor de sucesso não deve se limitar a uma visão micro do mercado em que está inserido.


Busque se situar também em relação aos concorrentes distantes, sejam regionais ou indiretos. Por exemplo, uma empresa especializada em projeto e instalação de luminárias industriais, tem como concorrente indireto empresas que fazem esse serviço em residências.


Ainda que o público-alvo e o foco de mercado difiram, acompanhar essas empresas certamente trará informações e aprendizados valiosos.


Considere tudo o mais que está ao redor do negócio, tenha uma compreensão ampla, do macro. Pense também sobre concorrentes em relação ao consumidor final, não somente focando no seu produto.

Ou seja, se seu empreendimento é uma churrascaria, não são apenas outras churrascarias que concorrem pelo seu consumidor. Todos os outros fornecedores de alimentos prontos, como pizzarias, hamburguerias e restaurantes temáticos, são seus concorrentes também.



  1. Organize as informações

Outro ponto muito comum é a desorganização quanto às informações obtidas. Vivemos em um mundo no qual, nunca na história, foi mais fácil, simples e rápido acessar informações.


Um profissional experiente e metódico, pode conseguir dados estratégicos em segundos, em uma simples pesquisa do Google, por exemplo.


Dessa forma, ao mesmo tempo que traz uma enorme facilidade, a tecnologia também traz um conjunto de dados muito grande, e saber gerenciá-los e como trabalhá-los não é tão simples assim.


Assim como um eficiente sistema para restaurante, o monitoramento da concorrência pede um sistema adequado para organizar esses dados, tais como estratégias, recursos, objetivos e práticas.


Isso demanda tempo e dedicação, e muitas vezes, o mais indicado é designar um profissional para a função. Dependendo do tamanho e da complexidade de sua empresa, pode ser necessário, até mesmo, um setor próprio para tal.

  1. Contrate ex-funcionários da concorrência

Uma excelente forma de formar uma equipe capacitada e ainda aprender mais com seus concorrentes, é abrir as portas de sua empresa para a contratação de funcionários vindos dessas empresas.


Sempre mantendo os princípios éticos, pode-se aprender muito com a experiência dessas pessoas, e ganhar excelentes colaboradores para o seu negócio.


  1. Monitore novidades tecnológicas

É fundamental destacarmos aqui a importância de monitorar qualquer nova tecnologia que esteja ao alcance da sua empresa para se destacar, gerar e mostrar ainda mais valor para seus consumidores.

Afinal, como muitos segmentos estão aprendendo, conforme vimos acontecer no caso do setor de transportes privados de passageiros, a maior concorrência pode vir de fora do seu mercado e trazer grandes surpresas.


Dessa forma, acompanhar tendências, o comportamento do mercado e do público, e monitorar novidades tecnológicas, é essencial.


Por exemplo, se o seu produto for óculos de proteção com grau, esteja atento quanto às novas tecnologias para sua fabricação, considerando os diferentes componentes que estruturam seu negócio. No caso, relativos às armações e às lentes.


  1. Não queira ser igual

O processo de monitoramento da concorrência não deve ser desenvolvido com o objetivo de se igualar e/ou fazer as mesmas coisas.


Pelo contrário, a engrenagem que movimenta o mercado traz a análise dos concorrentes como força motriz para a inovação, para a novidade.


Então, tenha como grande missão facilitar a vida de seu consumidor, com uma solução única e ágil. Existem diversas formas de usar esse estudo na busca pelo seu diferencial, como:

  • Oferecer menos valor por menor preço;

  • O mesmo valor por um menor preço;

  • Mais valor pelo mesmo preço;

  • Mais valor por um preço maior.

Todas essas são possíveis soluções de incrementação do negócio. Ao oferecer o mesmo valor pelo mesmo preço, ambas as marcas perdem valor, então certamente não é uma boa escolha.


Ferramentas para o monitoramento dos concorrentes


Como citamos, existem diversas ferramentas disponíveis para realizar esse trabalho, permitindo resultados promissores ao seu negócio.


Segue uma lista com 11 ferramentas úteis:

  1. Google Alerts;

  2. Google Keyword Planner;

  3. SEMRush;

  4. Moz;

  5. Open Site Explorer;

  6. Mention;

  7. SimilarWeb;

  8. Socialblade;

  9. Buzzsumo;

  10. InfiniGraph;

  11. Instapaper.

Muitas delas oferecem versões gratuitas e funcionais. Entretanto, caso precise se aprofundar, são excelentes investimentos, e vale adquirir uma chave de licença para ter acesso completo.


Considerações finais


Com todas essas ferramentas e dicas em mãos, é possível montar uma estratégia de monitoramento da concorrência efetiva e funcional, trazendo tanto insights sobre o que fazer, quanto sobre o que não reproduzir.

Um gestor com visão ampla e bem embasada, está apto para tomar decisões assertivas para o seu negócio, avaliando e aprimorando seus processos internos.


Acompanhar a concorrência é uma tarefa fundamental, tanto para acompanhar o mercado de forma geral, ao compreender a evolução dessas empresas, quanto para melhorar processos e resultados, garantindo a satisfação dos clientes.




Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.





9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo